Administração Pública e Economia Globalizada

em Quarta, 11 Setembro 2013. Postado em Blog

E entre as incumbências prioritárias da Administração, gestor dos programas e planos do Estado, no âmbito econômico e social, encontra-se a “promoção do bem-estar social e econômico e da qualidade de vida das pessoas”

O que é um objetivo distante principalmente em função de uma economia globalizada que, mais do que o equilíbrio social e a igualdade entre as pessoas, busca a criação de mercados consumidores e mercados fornecedores – o homem valor do mercado vale quanto consome e quanto produz – com um mínimo de respeito aos direitos fundamentais básico, como por exemplo, na Índia e na China e até mesmo no Brasil.

Daí que “o quadro da realidade social que se exterioriza é aquele no qual a política se tornou amorfa, o que não significa benigna. Na pior das hipóteses, ela é definida por um colapso econômico, o despotismo e a violência fratricida. Na melhor das hipóteses, regimes liberais resistem aos desafios regressivos dos movimentos religiosos e nacionalistas. Somos cada vez mais solicitados a escolher entre o status quo e coisa pior. Alternativas parecem não existir [à adoração de Mamom, o deus das Riquezas]. Entramos na era da aquiescência ou apatia, na qual construímos nossas vidas, famílias e carreiras com poucas expectativas de futuro afastando-se do presente. Para colocar isso de outra forma: um espírito utópico – a sensação de que o futuro transcende o presente – desapareceu. [...] A crença no futuro é uma pedra morta.

Poucos preveem o futuro como alguma coisa, exceto como uma réplica do presente – algo melhor, mas geralmente pior. Surgiu um novo consenso: não há alternativas. Essa é a sabedoria [?] de nossos tempos, uma época de exaustão e de retração política.”

(In: JACOBY, Russel. The End of Utopia. Politics and Culture in an Age of Apathy. New York (NY, USA): Basic Books, 1999, pp. XI e XII. Tradução livre.)

Comentários (0)

Deixe um comentário

Você está comentando como visitante.

icon inst

Institucional

  icon artigo

Artigos

  icon contato

Contato

Avenida Santos Dumont, 700
86039-090
Londrina, Paraná

 

(43) 3339-4033

 

 josecamargo@josecamargo.com.br

 

icon faceicon linkicon twitter