O fim do sonho da razão ligiferante e o dia em que o mundo mudou

Escrito por José Camargo

A ordem social contemporânea, angustiada e perplexa face às dificuldades decorrentes dos graves problemas que a ameaçam, representados por uma economia cambaleante cujo futuro é incerto, “persiste em gemer sob o cativeiro da degeneração”. E a globalização, “o instrumento liberal de salvação do homem”, faz com que essas ameaças alcancem todos em toda a terra. Vive-se, um clima geral de pessimismo e descontentamento, combinado com a destruição do ambiente natural que terrifica a humanidade. Este cenário, quase dantesco, aponta para um futuro indistinto sob nações que demonstram não saber o que fazer frente a problemas das mais variadas cores e em uma avalanche nunca vista, especialmente desde a Grande Guerra. Esta, no início do século XX, transmudou a roda da vida natural apesar dos conhecimentos científicos e tecnológicos e dos esforços de líderes preocupados e os problemas sistêmicos continuam sem solução. À medida que os desafios aumentam em uma escala, diversidade e complexidade sem precedentes, parece que as condições e o tempo disponíveis para resolvê-los movimentam-se em escala inversamente proporcional. Após a Primeira Guerra Mundial, “a guerra para acabar com todas as guerras”, de fato pela dominação do mundo, lideranças políticas e cientistas de todas as áreas do conhecimento, reconheceram que as luzes apagavam-se em todo o mundo. As aparentes estabilidade e segurança de um futuro promissor esvaíram-se como um castelo não erigido sobre fundamentos sólidos e inquebrantáveis, como a solidariedade, a fraternidade, a igualdade e a liberdade responsável.

Clique para visualizar o Artigo na Íntegra

Sobre o Autor

José Camargo

José Camargo

Auditor fiscal da Receita Estadual – Londrina. Pr.
(Secretaria de Estado da Fazenda – Paraná)

e-mails:

josecamargo@josecamargo.com.br

Comentários (0)

Deixe um comentário

Você está comentando como visitante.

icon inst

Institucional

  icon artigo

Artigos

  icon contato

Contato

Avenida Santos Dumont, 700
86039-090
Londrina, Paraná

 

(43) 3339-4033

 

 josecamargo@josecamargo.com.br

 

icon faceicon linkicon twitter